jump to navigation

MEGA análise da carreira (Parte I) julho 26, 2006

Posted by Melissa Quintanilha in divagacoes.
trackback

Mais um capítulo para concluir minha fase de sonhos e análises.
(Este post ficou tão grande que resolvi dividi-lo em etapas)

Vamos começar do começo…
Quando estava prestes a fazer vestibular um orientador vocacional foi na minha escola e eu disse que tinha interesse em trabalhar com “computação gráfica”. Esse era o nome que estava na minha cabeça no momento. Mal sabia eu que queria trabalhar com design. O orientador me deu duas opções: Informática, caso eu quisesse ir para o lado mais lógico ou Desenho Industrial, caso eu quisesse ir para o lado mais artístico. A desorientada aqui acabou escolhendo Informática por achar que não tinha muito a ver com “artes”.

Tinha acabado de voltar do intercâmbio e fiz vestibular para UFRJ, UERJ e PUC. Passei pras 3 e escolhi a UFRJ. Chegando na faculdade de Informática eu fui percebendo aos poucos que não era bem aquilo que eu queria. Em um certo ponto eu percebi que não era MESMO aquilo que eu queria fazer. Mas esse “erro” acabou sendo um benefício indireto pois eu era uma das poucas designers que entendia do aspecto técnico do trabalho e conseguia me comunicar com os nerds programadores 😉 E por isso que eu não larguei minha faculdade. Fui aprendendo design na prática enquanto finalizava minha faculdade. E, ainda no fundão, eu sonhava em um diafazer mestrado em design fora do país e de graça. “Um sonho”, eu pensava. Mas pra sonhar a gente não precisa de limites, não é mesmo? Então se é pra sonhar, sonha direito!

Em 2003 terminei a faculdade de Informática na UFRJ. Sobrevivi a 5 cálculos,muita matemática, 3 físicas e muita dor de barriga antes das provas. Muitas noites sem dormir só “programando”. Muitos fins de semana longe do namorado para fazer algo q eu não tinha paixão. Como eu odiava aquilo tudo! Mas queria estudar o máximo para me formar o mais rápido possível. Acabei me formando com Coeficiente de Rendimento (CR) 8.0, coisa raríssima na Informática da UFRJ. Eu conto nos dedos de uma mão as pessoas na minha turma que se formaram com CR 8ou acima. E ainda fechei com um 10 na tese. Determinação é isso aí.

(continua…)

Anúncios

Comentários»

1. Gabi - julho 26, 2006

Ah, Mel, nem tá tão mega esse “capítulo”…
Esse lance de insatisfação na faculdade deve ser mesmo pééééssimo.
Mas esse lance de aprender o lado técnico do design deve ter sido interessante tb.
E passou pras 3 faculdades, CARACA! “Tú é crânio mermo”, hein?! rsrsrsrsrs e logo que chegou do intercâmbio, né mole não!
Bom, um beijão e vê se põe logo o próximo capítulo, hein?!

2. Fábio - julho 26, 2006

ídola!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: