jump to navigation

Semana 7 outubro 31, 2006

Posted by Melissa Quintanilha in mestrado.
3 comments

Nao gente, nao estou gravida. Mas e’ que no mestrado a gente tambem conta cada periodo por semanas. Sao so 10 semanas, entao estar na 7a semana significa reta final. Faltam praticamente so 4 semanas ate o fim. 4 semanas para terminar meu projeto de identidade corporativa e tambem o projeto de robotica. O primeiro nao me preocupo. O de robotica esta indo bem tambem mas ainda tenho aquela sensacao de ser uma constante incognita. Agora estou com praticamente todas as partes necessarias. Fiz uns testes e parece que tudo vai funcionar. Mas acho que so vou ficar aliviada quando montar o projeto final e ver tudo funcionando. Pq fazer testes pequenos e’ uma coisa. Colocar todo o sistema pra funcionar ‘e outra. As vezes eu sinto que quero evoluir mais no projeto mas me sinto meio presa por causa da falta de conhecimento. Ainda bem que meu pai entende muito de eletronica e esta me ajudando com cada passinho desse projeto. Ele entende muito mais do que o monitor e acho que tambem mais que o professor. Pena que estamos distantes mas estou conseguindo absorver o que ele me passa, mesmo que ele tenha que me explicar umas 5 vezes. Agradeco muito sua dedicacao e paciencia.

No mais tenho andado um pouco ansiosa. Preciso me acalmar mais. Saber ter as coisas sob controle e relaxar que vai dar tudo certo. Nao tenho tempo pra ficar com minhoca na cabeca pois tenho muito mais com o que preocupar. E vamo que vamo!

Anúncios

Halloween outubro 29, 2006

Posted by Melissa Quintanilha in comida, diversao & arte.
7 comments

Foi muito animado o meu Halloween. Como o do ano passado foi inexistente pois não comprei fantasia e nem saí esse foi meu primeiro Halloween original americano. Rolam milhares de festas e o pessoal capricha nas fantasias. Eu fui com uma peruca longa laranja e uma capa laranja com teias de aranha. A Rô comprou uma capa vermelha. O Zé botou uma peruca azul na cabeça que mais parecia um esfregão. A fantasia não importa. O que importa é que foi tudo muito animado e nos divertimos horrores!

hallo2.jpgSexta-feira teve festa no Carlile. O DJ deixou um pouco a desejar mas mesmo assim nos divertimos. Rimos muito das fantasias alheias. A fantasia campeã foi de um cara vestido de poltrona. Nem dava pra dizer que tinha uma pessoa ali dentro. O Jason, amigo nosso DJ, tava fantasiado de ginecologista. Mto criativo! O DJ gatinho e seu fiel escudeiro gordinho estavam lá. Sem fantasia mas bem animados. Tirei logo uma fotinho com os 2 pra posteridade.

hallo.jpgNo sábado fomos a uma festa na casa de um cara que o Jimmy (outro amigo nosso DJ convidou). Foi uma coisa absurda essa festa! Mó espaço enorme, várias pessoas super animadas, legais e fantasiadas. Decoração impecável. Comida e bebida liberada a noite inteira. 3 DJs revezando. Sonzão. Ninguém pagou nada. Era tudo na faixa mesmo. O tipo de coisa que você só fica sabendo se tem contatos por aqui. E o Jimmy foi nosso contato. Super gente boa. Ainda tocou um set de eletrohouse absurdo. Fiquei passando mal de tão bom! O Alberto tocou psy trance e o outro DJ era bem fanfinha e quando ele entrou fomos descansar.

Halloween de cabelo laranja! outubro 28, 2006

Posted by Melissa Quintanilha in comida, diversao & arte.
3 comments

Ultimos momentos antes de ir curtir a primeira noite de Halloween. To aqui esperando a Ro me buscar para irmos. Estamos um pouco atrasada, principalmente pq a night aqui nao passa de 2:30. Mas tudo bem pq tem festinha eletronica hoje e amanha! Hoje é no Carlile e amanhã no porão da casa de um amigo do Jimmy.

Hoje tive um dia longo. Chuva sem parar o tempo todo, um saco. Na volta pra casa passei na loja de fantasias. Ia só comprar uma asinha verde para usar junto com a peruca verde mas acabei vendo uma peruca laranja mais longa na promoção por $15. Acabei comprando a peruca! Adoro cabelo colorido e é legal ver como é ficar de cabelo longo de novo. Pra compor a fantasia comprei uma capa também laranja com umas teias de aranha pretas que também estava na promoção. Então vai ser essa fantasia hoje e amanhã! Amanhã tem fotos!

Companheira de todas as horas outubro 26, 2006

Posted by Melissa Quintanilha in comida, diversao & arte.
6 comments

a540.jpg
Era assim que meu pai chamava minha maquina digital: companheira de todas as horas. Tava sempre com ela pra cima e pra baixo. Mas quando fui pra Chicago esqueci a maquina em cima da pia do banheiro de uma festa. Um minuto depois me lembrei, voltei correndo e ela nao estava mais la. Fiquei voltando no banheiro mais umas vezes na esperanca de encontrar, mas nada. Resolvi esquecer daquilo e pensar que nao posso me ligar tanto em coisas materiais. Mas que saquinho roubarem sua camera e vc ter que desembolsar mais cento e tanto por uma nova. Estou desde o inicio de setembro sem camera e sentindo a maior falta. Recentemente meu pai resolveu encomendar essa. Ele disse para eu ir usando ate janeiro e quando voltar pra ca, se estiver satisfeita, compro uma pra mim. Assim vou fazendo um test drive, mas sei que vou gostar.

A maquina chegou em boa hora pois esse fim de semana e’ Halloween e e’ provavel que eu va a duas festas a fantasia (6a e sabado). Vou poder tirar muitas fotinhos! 😀

Sonhos roboticos outubro 25, 2006

Posted by Melissa Quintanilha in mestrado.
7 comments

Nussa, ontem fiquei tao animada com meu projeto de robotica que cheguei a ficar sem ar! hahahah. Cheguei na aula com um ponto de interrogacao na cabeca, uma sacola cheia de partes, e uns papeis com esquemas de circuitos e descricoes. Tive uma conversa otima com o professor e mudamos um pouquinho a especificacao de como vai funcionar uma parte do projeto baseado num e-mail do Jeff Haase, um dos professores do meu comite de tese que e’ da area de design de interiores. Meu comite tem 3 professores: Brian Stone (comunicacao visual e design interativo), Jeff Haase (design de interiores) e Ken Rinaldo (arte e robotica). Os 3 mega inteligentes e animados. Perfeicao total. Minha tese vai bombar.

Na aula de robotica setei qual vai ser a solucao do problema. Posso ainda modificar uma coisa aqui e outra ali mas a base de como funciona esta setada. Terei caixinhas de plastico colorido com LEDs dentro e um ima de Neodymium que e’ um dos imas mais fortes existentes. O outro componente e’ uma placa de plastico fina e atras dela estarao areas que se ativadas tocarao um determinado som. Posso fazer um overlay de sons colocando varias caixinhas em contato com a placa. Atras da placa, alem dos modulos de som, terei varios reed switches. Este switches sao ativados atraves da presenca do campo magnetico criado pelo ima. Ou seja, quando o ima esta proximo, o switch liga e ativa a corrente eletrica? Entenderam? eeeeeeeee 😀

Sei que parece complicado, mas depois eu volto com uma explicacao mais simples. Essa e’ a explicacao nerd de como o projeto vai funcionar. Ah, atras do painel todos os modulos de som estarao ligados num mixer e num amplificador. Isso permitira a mixagens dos diferentes sons.

Ontem soldei minha primeira placa. Mo nervoso! Tenho que modificar o modulo de som para que o som fique em loop. E essa noite eu sonhei com meu projeto a noite toda. Sonhei que estava testando esse modulo de som e que eu ligava no amplificador e ficava bem boa a qualidade. hehe.

Acho essa area tao empolgante que fico pensando se vou acabar seguindo por esse caminho. Nao estou falando de robotica per se, mas dessa area de ubiquitous computing, physical interaction design… Tem varios nomes. E’ exatamente a area de estudo da minha tese.

Affff, ficou nerd demais esse post. Vou parando por aqui. 😉

Lista de compras outubro 23, 2006

Posted by Melissa Quintanilha in mestrado.
6 comments

Hoje depois da aula eu vou `as compras na Radio Shack. Reparem so na lista. (so rindo mesmo…)

9V Recording Module
Mini Audio Amplifier
Infrared Phototransistor
High-Output Infrared LED
SPST Heavy-Duty Slide Switch
5-Piece Basic Soldering Set
Kronus Adjustable Wire Stripper

Esses sao os componentes pra comecar a testar meu projeto de robotica. Meu professor disse para eu comprar transmissores de radio frequencia so se eu estiver me sentindo “corajosa”. Mas acho que ja ta bom por aqui. Ha um mes atras eu nem sabia o que era um fototransistor, um resistor, nunca tinha programado um chip. Acho que ja ta bom, ne? Ontem no telefone com meu pai, nem parecia que era eu que estava falando aquilo tudo. Discutindo sobre LEDs de infravermelho e fototransistores. Eu queria usar RFID pra esse projeto mas ta parecendo que vai ser algo mais “wired” mesmo. Nada de radio frequencia por enquanto.
Confesso que estou animada e com mo medo ao mesmo tempo. Vamo q vamo!

Renovada outubro 22, 2006

Posted by Melissa Quintanilha in comida, diversao & arte.
1 comment so far

Eu hoje em dia tenho certeza: Se eu fosse uma bateria recarregável, meu carregador seria feito de boa música. Funciona exatamente assim. Se eu saio uma noite pra dançar e a música é boa, eu acordo renovada no dia seguinte, com aquele sorriso no rosto.

6a a night foi meio estranha. O DJ não era tão bom, as pessoas eram meio estranhas. Mas ontem fomos para a inauguração de um novo lugar aqui em Columbus chamado Lotus Lounge. Quem estava tocando era o DJ Jason Allen (local aqui de Columbus). Eu nunca tinha ouvido o cara tocar pessoalmente mas tinha recebido um CD dele na última sexta. Gostei muito e enviei uma mensagem elogiando. Ontem, no lounge, eu nem ia falar com ele. Achando que não fosse me reconhecer.  Mas  uma hora o cara fez um mix com uma música brasileira e eu tive que ir la falar. Nem ia falar q eu era a Melissa que mandou mensagem pra ele pelo myspace mas quando cheguei na mesa ele logo falou “Melissa?”. Legal ele ter me reconhecido. Comentei que estava adorando o som e q tinha gostado de ouvir música brasileira. A noite foi mais de downtempo pois estavamos num lounge mas mais pro meio ele tocou um housezinho luxuosíssimo. Fiquei impressionada com o cara! E ainda tem mais: é melhor amigo do DJ gatinho! Afffff. Pena q ele é bem feioso, hahaha. Ele vai tocar novamente no dia 4 de novembro no lotus (downtempo) e dia 10 no Carlile (eletrohouse).

Gente, eu amo tanto isso. Música eletrônica me move, recarrega minhas baterias. É a minha segunda paixão junto com design. Affff. Tão bom ser movida por paixões assim.

Agora estamos bem amigas do Jimmy, um DJ local de trance. Ele ta interessado na Rô, minha amiga, então está sempre conosco. Ontem ele trouxe um CD para nós duas e nos convidou para uma festa de halloween no sábado que vem no basement de uma casa. Vai rolar trance e eletrohouse. eee 😀

Quanto ao projeto: ainda to aqui quebrando a cabeça, pesquisando mil coisas na internet, tentando entender, me dedicando. O dia que estiver funcionando vai ser uma alegria tremenda. Ontem expliquei meu projeto pro Jimmy e ele perguntou “Mas você vai fazer isso como? Em flash?”. hahahahah. E eu falei “Não, Jimmy, é físico mesmo!”. Acho que vou fazer uma camiseta pra mim escrita “Go physical”. To animada com essa área de physical interaction design. Tão mais possibilidades que design restrito a uma tela, mouse e teclado. Vamos ver se consigo seguir por aí.

With a little help from my friends outubro 21, 2006

Posted by Melissa Quintanilha in divagacoes, mestrado.
4 comments

Gente, adorei os comentários no último post. Muito obrigada pela força e por acreditarem em mim. Eu tô mais calma, vou pesquisar tudo direitinho pois preciso garantir que o projeto seja simples o suficiente para que eu consiga fazer em 1 mês. Não adianta querer algo mirabolante quando tudo é tão novo pra mim.

Adorei as dicas que a Marta deixou pra mim. Alias, Marta, de onde você veio? Como me achou? Pois não deixou e-mail nem site. Vou copiar um trecho aqui:

Procure, construir um método de projeto, um esquema, tipo: primeiro defina o
1- PROBLEMA (exemplo: quer projetar uma lâmpada? Trata-se de uma lâmpada de mesa? de chão? de muro, de escrivaninha? etc) encontrando a resposta, você parte para a
2- DEFINIÇÃO DO PROBLEMA (exemplo: sera uma solução; provisória, definitiva, comercial, tecnicamente sofisticada ou simples e econômica?), encontrando à resposta você vai para os
3- COMPONENTES DO PROBLEMA (que sao: as caracteristicas materiais, psicológicas, ergonômicas, estruturais, econômicas e formais) daqui você
4- RECOLHE OS DADOS (todos os dados necessários para estudar esse componentes dos problemas). depois você parte para à
5- ANALISE DOS DADOS (de tudo que você recolheu), agora sim você chegou na
6- CRIATIVIDADE (fantasia, imaginação) e em seguida,
7- MATERIAL E TECNOLOGIA (acho, que é aqui o seu atual problema, nao é? Você deve estar se perguntando, que tipo de material e tecnologia tenho a minha disposição?) Aqui requer uma:
8- EXPERIMENTAÇÃO (dos matérias e da técnica, dai é que pode nascer uma invenção! Depois vem o
9- MODELO (demonstração do material e da técnica), dai à
10- VERIFICAÇÃO e depois chegamos aos
11- DESENHOS DE CONSTRUÇÃO (vários desenhos, para fixar a sua idéia, rascunhos; outros mais detalhados até o protótipo) e finalmente à
12- SOLUÇÃO.

A questão é que não sei a tecnologia que está disponível e o professor já quer desenhos detalhados. Como vou detalhar algo que ainda não sei? Espero esse fim de semana deixar tudo um pouco mais claro.

Mudando de assunto:
A música dos meus vizinhos aqui está me irritando cada vez mais. Sempre escuto a música deles da sala. E não é através da janela. É através do chão ou do teto que são muito finos por sinal. Fica sempre aquele sonzinho abafado no fundo. E isso me irrita pois eu gosto de ficar em silêncio estudando na sala e não consigo. Ainda não reclamei com nenhum dos dois. Acho que hoje vou deixar um bilhete na porta pedindo para baixar o som pois tem me atraplhado faz tempo. Será que vai surtir algum efeito? Mta gente aqui nem espera, chama direto a policia. Mas nem quero chegar nesse ponto.

Ontem o pessoal do meu trabalho veio jantar aqui em casa. Também convidei a Ro, Fabi e o Zé e foi ótimo. Fizemos caipirinha, teve arroz, carne assada, arepas (típico venezuelano) e de sobremesa mousse de maracujá que é mole de fazer e a galera adora. O pessoal do trabalho me deu um rice cooker de presente pra casa nova. Muito legal. Depois ainda saímos para aquela boate na igreja mas não foi tão bom quanto eu esperava. As músicas não estavam lá essas coisas e o pessoal bem estranho. Como o pessoal aqui é estranho. Por isso tenho tanta dificuldade em me identificar com eles. Hoje a noite vamos para a inauguração de um lounge. Ouvi dizer que vai muita gente e o lugar é bem pequeno. Espero que não fique insuportável de cheio.

Agora vou tentar estudar um pouco, me concentrar. Quero me sentir tranquila para ir à Chicago no Thanksgiving.

Frustracao outubro 19, 2006

Posted by Melissa Quintanilha in divagacoes, mestrado.
7 comments

Isso volta e meia acontece comigo. Esse sentimento de frustracao, de que tudo e’ tao dificil, de que nao tenho conhecimento suficiente, de que gostaria de ter as ideias mais mirabolantes do mundo. Ai’ eu fico frustrada. Pq nao to conseguindo desenvolver certas coisas da melhor maneira, pq muita coisa esta nebulosa, pq ainda nao sei tanta coisa. Eu sou tao dedicada entao sei que vou ser recompensada, mas fico com esse sentimento de frustracao de vez em quando. Atualmente estou falando do meu projeto de robotica. Tentei conceitualizar e o professor ja foi falando de chips e partes eletronicas, etc e tal. Ainda queria pensar mais no conceito e a parte tecnologica ja me deixou assustada. Essa aula nao era pra ter pre-requisitos e ele pede rascunhos detalhados. Como vou fazer um desenho detalhado de algo q nao tenho a minima ideia de como vai funcionar tecnicamente? Posso tentar conceitualizar da melhor maneira mas vou precisar de muita ajuda na parte tecnica. Tem gente la que ja tem conhecimento de eletronica, mas eu nao. E la vou eu, ficar frustrada. Ontem tentei pesquisar uns chips na internet mas quem disse que eu entendi o que cada um faz, quais as caracteristicas e se vao servir para meu projeto?

Tambem andei ansiosa com outras coisas na vida pessoal essa semana. Entao, se e’ pra ficar frustrada, melhor me focar na faculdade e ficar frustrada com uma coisa so, ne?

Nao estou querendo ser pessimista. Acho maravilhosa essa oportunidade que estou tendo. Sei que esse e’ um momento de turbulencia, que logo logo vou estar entendendo de muito mais do que imagino. Mas nesses momentos eu penso “A vida nao podia ser mais facil nao? Pq inventei de fazer mestrado, fazer pesquisa, inventar algo mirabolante? Eu poderia nunca ter saido do pais, estar casada com 2 filhos, com um empreguinho estavel e feliz. Sem grandes emocoes.” Mas quem disse que eu quero isso? Nao estaria feliz. Sempre quis fazer mestrado no exterior, sempre quis aprender mais, sempre quis trabalhar com algo inovador. E quem disse que e’ facil?

Vamos ver se hoje alguem me da uma luz na aula. Quero o maximo de ajuda que conseguir.

Fim de Semana bombante outubro 17, 2006

Posted by Melissa Quintanilha in comida, diversao & arte.
6 comments

Gente, minha vida ta muito boa aqui agora. Finalmente encontrei amigos que curtem as mesmas “baladas” (como dizem os paulistas) que eu. No primeiro ano eu fui pra muita boate que tocava hip-hop e chegou um momento que simplesmente parei de sair e virei anti-social pq nao aguentava aqueles ambientes. So gente interessada em ficar bebada e dancar se esfregando com os outros. To fora!

Mas agora encontrei os queridissimos amigos Ro e Ze que adoram musica eletronica como eu. Alem disso, sao mega animados! Dancam a noite inteira, sem nem sentar! Adoro isso! 😀 Por esse motivo meus fins de semana estao sendo so alegria. Isso ainda possibilita que eu conheca novas pessoas e fique sabendo de mais programas legais.

Nesta 6a fomos a uma festa a fantasia no Carlile onde 4 DJs convidados tocaram. Praticamente so’ house. O som tava muito bom. Eu comprei uma peruca linda, verde fluorescente, e fui assim: toda de preto, com um colar psy que ganhei de um amigo, peruca verde e oculos escuros. Nao tava enxergando nada na boate mas e’ claro que procurei e procurei ate encontrar o DJ gatinho que nao estava trabalhando dessa vez. Como sou prega, fiquei com mo vergonha de ir falar com ele. Com medo de que nao fosse me reconhecer. Entao eu e Ro ficamos dancando meio perto ate que ele reconheceu a Ro (q estava sem fantasia) e imaginou que eu fosse a pessoa de cabelo verde. Ele veio falar com a gente, todo legal, e a prega aqui ficou toda boba! hahaha. A noite foi super legal. Eu e Ro dancamos sem parar e nos divertimos vendo as fantasias dos outros. Encontramos um carioca doido que tava com uma fantasia de pierrot e aquelas mascaras de bate-bola que eu sempre tive medo quando crianca. Nao deu outra: fiquei com mo medo do cara. hahaha.

Ainda fomos para um after party depois da festa a fantasia, algo inedito em Columbus onde tudo termina as 2 da manha. A festa terminou as 2:30 e as 3:00 ja estavamos em outra. Essa era de psy trance, vejam so! Lugar pequeno, mas som bom. Conheci um DJ que ja tinha conversado pela internet atraves do tribe.net. Ele mandou muito bem no trance progressivo, dancamos mais um bocado sem parar. No final ele nos convidou para ir numa boate nova no dia seguite que ia abrir so para convidados pois a abertura oficial seria so na semana seguinte. Detalhe: a boate e’ dentro de uma igreja!

Entao sabado a noite foi dia de ir pra igreja! O lugar se chama BoMA (Bar of Modern Art) e e’ o maximo! Bem grande, 2 pistas de danca (na do basement toca House). Varias artes e ambientes legais. Adoramos. A abertura oficial ‘e nessa sexta e e’ claro que estaremos la!