jump to navigation

Certas coisas não existem março 12, 2007

Posted by Melissa Quintanilha in divagacoes.
trackback

Estou morando nos Estados Unidos há quase 3 anos. A essa altura do campeonato, já era para eu estar tirando de letra. Mas às vezes ainda sinto muita dificuldade em focar meus pensamentos. Muitas vezes eu discuto comigo mesma. Minha razão sabe qual o certo, mas o coração fica meio confuso focando os pensamentos em coisas que não existem.

Por exemplo:
O que está no Brasil não existe
O que está no passado não existe
O que está no futuro não existe
O que está aqui e agora existe.

Pronto. Simples.

E mesmo assim às vezes eu me pego com a cabeça looooonge. Perdida em pensamentos do passado ou especulando sobre o futuro. Pensando em coisas que estão no Brasil. E nesses momentos eu esqueço que minha vida é aqui e que eu tenho tanto para fazer e conquistar que nem faz sentido ficar com a cabeça em outro lugar. Se trata de um exercício diário, eu diria. Diariamente eu procuro policiar meus pensamentos para me trazerem de volta pra cá. Não faz sentido me focar em coisas que simplesmente não existem…

O fato é:  não sou feliz aqui.
É claro que não é assim preto ou branco. Tenho coisas maravilhosas aqui. Essa é uma oportunidade pela qual agradeço diariamente. Tenho muita noção de tudo que esta aqui nas minhas mãos. Aliás, nunca fui tão agradecida na minha vida. Passei a dar valor à cada coisinha. Não vou desperdiçar nada. Só quero tornar esse processo o menos doloroso possível. Estar com o lado afetivo praticamente zerado é duro. E não me refiro só à homens. Me refiro ao lado afetivo de uma maneira mais ampla: o relacionamento entre pessoas. Aqui recebo pouquíssimo carinho das pessoas em geral. Os relacionamentos são estranhos e não me identifico com a maioria. Aí já viu, né?

Mas como diz o texto do Shakespeare: a gente é muito mais forte do que imagina. Eu tô passando por umas que achava que nunca conseguiria. Estou chegando a pontos onde nunca me imaginei. E assim vou persistindo no meu caminho para um objetivo. O deserto tem os seus oásis e a luz no fim do túnel está lá, eu tenho certeza.

Anúncios

Comentários»

1. renata - março 12, 2007

Melissa Mel

Vc está no caminho certo amigona. Força na peruca !

No final tudo dá certo e estarei de camarote torçendo por vc. iupiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

Keep walking : D

bjs

2. Shana - março 13, 2007

Melissa!
Cheguei ate o seu blog pelo blog da Claudia (life now playing). Eu tambem moro nos EUA (ja fazem dois anos) e me identifiquei muito com o que vc escreveu nesse post. Muitas vezes me sinto exatamente como vc descreveu!
Desejo muita sorte pra vc nos estudos (eu estou me formando no final deste ano) e continue sempre redirecionando seus pensamentos!!! :o)
Boa sorte!
Um abraco!
Shana

3. Flavinha - março 13, 2007

Acho que é natural ficar, às vezes, pensando em coisas que não existem… O que não pode é fazer disso a sua rotina. Sei que é difícil, mas temos de conseguir. Assim como vc, tb sinto falta de calor humano e olha que nem precisei mudar de cidade, estado ou país… Vamos lá! Como vc mesmo diz: ainda há luz no fim do túnel! Beijinhos Flavinha

4. Issana - março 13, 2007

Serve carinho virtual?

Lá vaI:

FLOQUINHOS INUMERÁVEIS DE CARINHO, AFETO E TORCIDA POR VOCÊ!!!!!!!!!!!

5. Leonardo - março 13, 2007

Mel, c’mon…. vc acabou de escrever no outro post… tempo, espaço… PERCEPÇÃO!

beijo,

6. Camila - março 13, 2007

Mel… Parece ate que fui que escrevi esse post. E sim um exercicio diario e arduo tentar ficar no aqui agora… A gente vai tentando…

7. Va - março 13, 2007

Mel,
Te entendo tanto… e tambem tento muito focar nas coisas boas e no presente. Mas quantas vezes nao me pego fazendo planos para quando voltar a morar no Brasil? Eh complicado… tenta dai que eu tento daqui, fechado?
Ahh outra dia ouvi esta frase: Aproveite bem, pq quando acabar, vc vai sentir saudades e nem vai lembrar dos dias dificeis, so do que vc alcancou… Pense nisso!!!!

Beijos!!

8. Claudia Beatriz - março 13, 2007

Seria tao bom se a gente tivesse tudo ao mesmo tempo? Mas ter algumas coisas, eh abrir mao de outras, mesmo que temporariamente… 🙂 E ‘e verdade, vida afetiva melhora muitoooo o dia a dia por aqui. Dei sorte de ter um maridinho tudibom e amigos queridos.. mas falta ainda, tem o filhote no Brasil… a falta de sol, praia e calor.. mas a gente vai vivendo com o que tem e tentando ser feliz assim com as opcoes que a gente fez ne?

9. Jo - março 13, 2007

Mel!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Minha “ídala”…
nao se deixe abater!
O mundo em qualquer outro lugar, em qualquer outro tempo, jamais vai ser o que vc tem agora! Muitas oportunidades, nao so profissionais, como de AMADURECIMENTO!

Aproveite 150%!

O resto, espera!

10. Anathalia - março 14, 2007

“o que está aqui e agora existe” Ai, que difícil! É sim um exercício diário. E como sempre estamos fazendo planos estamos sempre com a cabeça no futuro ou em outro lugar. Persista mesmo!

11. MILTON CESAR - março 21, 2007

Olá Melissa, estava aqui em meu trabalho e resolvi acessar o Google, e o assunto que solicitei pesquisa foi: ASSUNTOS PROFUNDOS.
Interessante, saio a sua declaração, o seu desabafo, achei muito especial a sua busca por ou pelo entendimento de sua vida e da própria vida, o porque das experiências serem tão diversas, tão cheias de caminhos e de entendimentos, a questão é, nem sempre ou quase nunca compreendemos os mistérios de nossas vidas, sou residente no Brasil, moro em Florianópolis SC, posso ainda afirmar que aqui ainda é um paraíso, porém, a busca é pelo paraíso interior de meu ser, a paz que sinto que possa existir dentro ou em mim mesmo, porém, a nossa cultura ocidental, o nosso capitalismo, a nossa educação, os nossos governos, os nossos habitos, os nossos condicionamentos, os nossos pontos de vista, e principalmente o nosso EGO, que é na verdade a soma do que somos até o momento e de todas as nossas experiências, realmente, quando nos deperamos com a singela e bela natureza da vida e do viver, nos perguntaos, porque somos tão complicados, e porque não conseguimos seguir com a maré da vida, Cara Melissa, sou também um desbravador de mim mesmo, o que tenho buscado ser é a compreensão e o morrer para as minhas vontades e desejos e saber que sou amado e sou amor, sou fruto de uma inteligencia magnanima e imensuravel, portanto, devo relaxar e aceitar a vida como a mesma se apresenta para mim, vou lhe indicar uma leitura profunda, dificel, e soberba, leia os dizeres do iluminado KRISHNAMURTI. ABRAÇO CARINHOS E SAIBA QUE VC É AMADA E É AMOR.
MILTON CESAR

12. Luiz Roberto - maio 16, 2007

“Minha razão sabe qual o certo, mas o coração fica meio confuso focando os pensamentos em coisas que não existem.”
Melissa,
Não crie coisas que não existem, viva a realidade plena e absoluta, contenha-se ao mundo tangível e aprimore as suas percepções… deixe o abstratismo para a tua obra e esteja viva…. coloca cor neste site gélido e o defina para um determinado público do universo humano .
Deixe a filosofia assim:
Aquilo que não existe é você que tem de criar.
Você não é um blog; mas se você pensar que é, pode derramar um pouquinho de tinta nele, ou na sua vida de vez em quando… e quando a tinta fizer aumentar o número de visitantes do Blog, Melissa estará mais feliz! Melissa será mais aberta, e eu vou entrar em Melissa, atrevidamente feliz…bjs
Beto

13. Luiz Roberto - maio 16, 2007

Eu sou um blog, e o meu nome é Melissa.
Eu sou roxinha e azul; mas o azul não é meu, assim como eu não sou só minha.
Há espaços abandonados, espaços compartilhados, espaços só meus.
Nos espaços só meus, falei aquilo que eu falei; nos espaços compartilhados, ouvi o que falaram;
Eu vou continuar sendo eu; compartilhada…
Eu sou um site básico e vou me definir como “Assuntos profundos”…
Eu sou só mais um Blog.
Mas um dia eu vou evoluir pra site; vou colocar imagens minhas, os meus trabalhos…
Eu vou profissionalizar o meu Blog…
As pessoas que estão longe de mim ainda fazem parte de mim; eu vou continuar fazendo parte delas também; estou definida; vou pedir que elas acessem o meu Blog, eu vou com todos, agregando mais gente; eu não vou só….
Se eu virar site eu vou ter certeza disso;
Eu vou virar site agora…. eu vou ser o Blog mais evoluído do mundo…
O meu Blog será captado a centenas de milhares de quilômetros; e será captado como um site.

14. Jessica Lavigne - março 8, 2008

Entre no meu blog quando tiver um tenpinho ok o meu é jessicamarice.blogspot.com.r
Thauzin!!!!!!!!!!!!!!!kakakakakakakakakakakak!!!!!!!!!!!!!!!!!!rssrsrsrsrsrsrsrsrsrrsrsr>>>>>>………………….


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: