jump to navigation

Muitas vidas, uma só alma maio 4, 2007

Posted by Melissa Quintanilha in livros.
trackback

brian-weiss.jpgEsse livro eu devorei em uma semana. Na primeira “sentada” já li umas 50 páginas sem desgrudar os olhos. Nem diria que é o melhor livro do mundo mas me identifiquei demais com o assunto. O autor é o psicólogo americano Brian Weiss que hoje em dia faz terapia de regressão à vidas passadas com seus pacientes. Ele teve uma educação ortodoxa e sempre foi cético, porém mudou de opinião após o tratamento de uma paciente específica que ele relata num outro livro: Muitas vidas, muitos mestres.

O livro conta o caso de vários pacientes que em regressões à vidas passadas descobriram os motivos de sofrimentos dessa vida. Muito legal pensar na imortalidade da alma. Ou seja, a vida não começa e termina aqui. É apenas mais um estágio. Mais uma oportunidade de evoluir. Afinal quem está aqui é porque ainda precisa evoluir e aprender.

Uma parte do livro diz que a rapidez de nossa evolução espiritual depende do nosso livre-arbítrio. Em todos os aspectos de nossas vidas podemos escolher a decisão amorosa. Fazendo assim, nossas almas evoluirão.

E o tal do destino?
O uso correto do livre-arbítrio pode nos colocar no caminho de nosso destino. Por outro lado, escolhas incorretas podem nos afastar dele e atrasar nosso progresso espiritual. Ou seja, haja sensibilidade para nos dar a luz de qual decisão tomar. Que caminho seguir.

Segue uma passagem bem interessante do livro que me esclareceu muitas coisas. Nunca fui religiosa e me sentia um tanto culpada por isso. Me sentia culpada ao admitir que não frequentava igreja, não rezava, não deixava de comer carne em certas ocasiões, essas coisas… Hoje me identifico muito com a vida espiritual sem sentir a necessidade de seguir uma doutrina específica. Eu penso assim: pra que viver condicionado à regras? Eu acredito no amor. Sem regras mesmo. O amor é a base de tudo nessa vida. Não preciso seguir regras para ser uma pessoa melhor, mas se eu espalhar meu amor aos outros, isso se espalha e a recompensa vem naturalmente.

Ser espiritualizado significa ter mais compaixão, mais cuidado e mais bondade. Significa lidar com as pessoas com amor no coração, sem esperar nada em troca. Significa saber que há algo maior que nós mesmos, uma força que existe numa esfera que temos que perseverar para descobrir. Significa entender que há lições mais elevadas para serem aprendidas e, depois que a tivermos aprendido, haverá outras ainda mais elevadas. O potencial para a espiritualidade existe em cada um de nós e precisa ser acessado.
Você não precisa ser religioso para ter espiritualidade.

Me identifiquei muito com a passagem acima e também com a seguinte frase:

Você não é um ser humano que tem uma experiência espiritual. Você é um ser espiritual que tem uma experiência humana.

Pra mim, faz todo o sentido.
Quero aprender mais. Já estou na metade de um outro livro dele. Depois comento aqui.

Anúncios

Comentários»

1. Patricia - maio 4, 2007

Linda sua postagem Mel. Que coincidencia também sou apaixonada pelos livros do Brian Weiss. Conheci o autor quando estava tratando a sindrome do panico com terapia de regressão. No momento estou lendo MUITAS VIDAS, MUITOS MESTRES que também é maravilhoso. Me ajudou demais.
Beijos

2. Patricia - maio 4, 2007

Oi Mel! Eu cheguei a fazer a terapia sim mas não com o Dr. Weiss mas como uma psiquiatra no Brasil mesmo! Aproveitei a deixa e postei um pouquinho sobre a minha experiência lá no meu blog. Vc vai adorar todos os livros. São ótimos!

3. Issana - maio 4, 2007

Você acredita que nunca li esse autor? Seu post me estimulou MUITO a começar a empreitada. Identifiquei-me muito com o que você escreveu e com os trechos que citou.

Devo dizer, aliás, que seu blog é um dos meus preferidos, e me sinto meio culpadinha por não comentar sempre, pois sei como é gostoso ouvir um retorno, um ‘tem-alguém-aqui-do-outro-lado”.

Culpas à parte, saiba que ADORO seu espaço e me identifico muito com alguns dos seus textos, que me fizeram (e fazem!) refletir, pensar, descobrir novos livros…

Obrigada por cultivar este jardim, tá?

Beijos,

4. designando - maio 4, 2007

ai Issana, nao escreve assim q eu choro! hehehe

mas serio: que maravilha saber isso! Se eu conseguir estimular uma pessoa por semana atraves desse blog ja me sinto uma pessoa melhor 🙂

5. renata - maio 7, 2007

Nem preciso dizer que concordo com a Issana.

Vc é muito especial amigona Melissa Mellllllllllllll !!!

Super beijos e ótima semana

lov uuuuuuuuu : D

6. Leiloca - maio 20, 2007

Fiquei com vontade de ler!!!!

Melzinha linda!!!!

7. Francisca - setembro 24, 2007

Qual a diferença entre um ser espiritual tendo uma experência humana e um ser humano tendo uma experiência espiritual?

8. nide de paula - novembro 10, 2007

chamo-me nide de paula e passo por aqui para deixar uma mensagem ..adorei os livros do Dr.Brian Weiss,mas o que eu adorei foi almas gemeas e o passado cura…e agradeço por ter aprendido mto com os livros dele…

9. nide de paula - novembro 10, 2007

a difereça é que o teu corpo é uma capa,ou digamos uma casca,porque qdo nós morremos o corpo entra em decomposição mas a alma mantém….

10. sahra garbin - junho 26, 2009

eu amei esse livro, pois nos ajuda entender o porque de varias situações pela qual passamos na vida e nos ebsina a ter uma vida regrada de amor. mesmo que esse amor nao seja correspondido, mais pelo menos vc está fazendo a sua parte como ser humano que quer melhorar

11. Osvaldo - agosto 16, 2010

Às vezes aparece um ou outro escritor ou médico ou ainda mesmo um psiquiatra, que tras em seu destino e em sua bagagem o especial dom de mostrar em palavras a maravilhosa arte de nossa viagem por inúmeras vidas para conseguirmos conhecer um pouco apenas do grande jogo que Deus criou ao dar vida ao ser humano.

Nos pré-dipos a viver, morrer, renascer e aguardar por outras vidas vindouras para que em cada uma delas aprendessemos como que por lições intercaladas e aos poucos descobrir que existe sim sentidos de passarmos por aqui tantas quantas vezes for necessário para alcançarmos o “pódio” idealizado por Deus para cada um de nós.

Vivemos assim não nossa única vida, mas a vida de muitos que estão incrustados de certa forma em nossa alma.

Brian Weis é o que podemos chamar de “entendido” ou que está no caminho coerente para uma explicação mais lógica de nossa longa estrada terrena.

Muitas vidas, muitos mestres me cativou de certa forma que me fez ler o mesmo livro por “apenas” treis vezes. E a cada leitura descobre-se novos esclarecimentos. Chega a parecer um livro código que a cada vez que você o abre ele mostra uma nova visão daquilo que por ele passamos ser aperceber.

E embora eu já os tenha lidos todos os livros de Brian, hoje estou aprendendo ou melhor abrindo minha visão um pouco mais ao ler Muitas Vidas, uma só alma.

Feliz daquele que pôde ter a oportunidade de conhecer as obras desse ser maravilhoso que nos deu em palavras e em exemplos esclarecedores, janelas para visualizarmos um oculto que tanto faz parte de nossa vida.

Osvaldo

12. Renata de Castro - março 1, 2012

não consigo comprar , não acho em nenhuma loja , nem nas livrarias online. alguem me ajuda, quero muito ler este livro.

13. ANTONIO CARLOS GONÇALVES - junho 15, 2012

Oi, Renata, caso vc não tenha conseguido comprar ainda, tente pelo site da ESTANTE VIRTUAL, que, embora se trate de livros usados, lá com certeza vc encontrará. Boa sorte!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: