jump to navigation

Microsoft me quer maio 18, 2008

Posted by Melissa Quintanilha in profissao.
trackback

Essa semana recebi uma oferta pra trabalho full time na microsoft. A principio eu não sabia se ficava feliz ou triste. Ficava triste pois não é o emprego dos meus sonhos mas feliz pois a microsoft é uma mega empresa, eu eventualmente poderia ser transferida para uma área mais a ver comigo (pesquisa) e também pq ofereceram uma grana muito violenta, mais um mega bônus no primeiro mês, pagam tudo da minha mudança, dão casa por 45 dias até eu achar a minha, carro por 15 dias e ações da microsoft. Além disso oferecem todos os benefícios possíveis e 3 semanas de férias pagas por ano. Isso aqui pros EUA não é normal. Normalmente são só 2 semanas, o que eu acho desumano.

Passei a semana um pouco tensa pois já tinha essa oferta e nenhuma resposta da Nortel pra comparar. Disse pra microsoft que até o fim do mês vou dar minha resposta. Isso me dá 15 dias pra ver se recebo alguma outra oferta e um tempo pra sedimentar as idéias.

Agora estou mais tranquila pois vi o quanto a microsoft está me valorizando, tenho uma boa oferta em mãos e nenhuma decisão deve ser tomada com pressa. Quinta-feira eu defendo minha tesa e depois terei tempo suficiente pra pensar no futuro.

Anúncios

Comentários»

1. Claudia Beatriz - maio 18, 2008

Mel, segura as pontas… e agora, vc já fez a sua parte, então é jogar pro universo. Tenho certeza que o melhor pra você vai acontecer… Se prepara pra defesa da tese e depois corre pro abraço… 🙂
Os dedinhos estão cruzadíssimos!!!

2. tarsischwald - maio 19, 2008

Eu, ilustre desconhecido que fico acompanhando (torcendo) de longe suas aventuras me admiro com sua capacidade e frieza para decidir as coisas. Porque do jeito que estou quebrado hoje em dia eu não pensaria 1 vez para aceitar um trabalho desses para um empresa desse porte.

Aqui no Brasil a sensação de desamparo a medida em que o tempo passa, fica quase uma sombra opressora. Não sei se tu entende essa coisa, essa sensação de impotência que me toma as vezes.
Vamos ver, sei fazer mil coisas como autodidata, mas não me formei de fato em nada, nem me especializei em UMA coisa e por isso o mercado as vezes me trata como se eu fosse um inútil.

Não é estranho que quando o conhecimento começou a ser difundido, o “sábio” a pessoa realmente importante era reconhecida por sua capacidade de conhecer e lidar com múltiplos assuntos e alguns séculos depois, isso é tecnicamente inútil? Ou será que estou viajando na maionese internética?

Bom, o que interessa é que vc está no caminho certo. Parabéns e pense o seguinte: há sempre uma pitada de destino no esforço de todos nós.

bj


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: