jump to navigation

Thanksgiving novembro 26, 2009

Posted by Melissa Quintanilha in viver nos EUA.
add a comment

Uau, ja’ e’ thanksgiving novamente. Me lembro bem do Thanksgiving do ano passado: chuvoso, friozinho, muita comida e compras na 6a feira. Esse nao sera diferente. Vai ser o primeiro Thanksgiving do Davide, entao ela vai poder participar de uma tradicao americana. Daqui a pouco vamos almocar na casa do Rick e Lynn, minha familia americana. Eles sempre fazem um super almoco com peru no forno e varios pratos pra acompanhar. Amanha ‘e a Black Friday, onde varias lojas fazem super promocoes. Tem gente que dorme na porta da loja e entra as 3 da manha quando abre. Vou ver se compro logo os presentes que estao faltando pro natal. Ate as lojas online vao estar com promocoes entao talvez de pra comprar boas coisas sem sair de casa. Falta menos de um mes para eu ir pro Brasil e preciso me organizar.

Esse ‘e o unico feriado americano de 2 dias entao vou aproveitar pra descansar pois tenho trabalhado muito ultimamente.

Anúncios

Ainda sobre siglas novembro 20, 2009

Posted by Melissa Quintanilha in profissao.
2 comments

Eu, querendo entrar na onda, comecei a pronunciar certas siglas como palavras. Tem um produto aqui que se chama System Center Online Desktop Manager. E e’ claro que para esse nome existe uma sigla: SCODM. Hoje no almoco descobri que o som dessa palavra gerada pela sigla soa como uma palavra em ingles que significa “o lugar que contem a genitalia masculina”. Ops! Essa foi a explicacao que me deram. Resolvi parar por ai. Nada de pronunciar as siglas antes de ouvir alguem o fazendo antes.

O famoso WFH novembro 17, 2009

Posted by Melissa Quintanilha in profissao, viver nos EUA.
2 comments

Aqui na Microsoft, pra tudo tem uma sigla. As vezes as siglas sao ate modificadas para soarem melhor quando faladas. Por exemplo, a sigla OOF ‘e usada para Out Of Office. A sigla certa seria OOO mas fica meio estranho falar “I will be OOO next week”. Entao o pessoal revolve mudar pra falar “She’s not here, she’s OOF”.

Na mesma linha do OOF, tem o famoso e maravilhoso WFH : Work From Home. Eu trabalho muito, to sempre ocupada, gostaria de estar um pouco menos ocupada sim, mas eu amo essa flexibilidade. Poder vir pra casa no meio da tarde durante a semana, sentar a bunda na cadeira e adiantar o trabalho. Porque la a gente e’ tao ocupado que as vezes passa o dia em reuniao. E se fica no escritorio sempre aparece alguem, pra falar de todos os tipos de projetos que estao acontecendo ao  mesmo tempo. Entao quando tem um bloco grande do dia (ou dia inteiro) sem reuniao, o pessoal se manda e vai pra casa trabalhar. Isso ‘e muito comum nas sextas-feiras e tem ate uma regra no meu departamento onde 6a sim, 6a nao ‘e “No meeting friday”. Ou seja, nao ‘e “educado” chamar uma reuniao nesse dia pois o pessoal aproveita pra trabalhar de casa.

E eu estou contando essa historinha toda pois hoje, 3a feira, estou trabalhando de casa a tarde. To cheia de trabalho, talvez fique ate tarde trabalhando, mas so o fato de poder estar em casa me acalma. Parece ate fim de semana chuvoso! 😛

Abandonado? novembro 15, 2009

Posted by Melissa Quintanilha in profissao.
1 comment so far

Faz um tempao que nao passo por aqui. Nao abandonei nao. Obrigada, Helo, pela lembranca. Eu gosto de passar por aqui e trocar energia com o resto do pessoal que acompanha. Desculpem pelo sumico.

Estou numa fase de muito trabalho. Parece que sempre acontece isso quando o tempo esfria por aqui. O Davide tambem esta cheio de trabalho, preparando o portfolio e estudando pro TOEFL e GRE. Tudo para poder aplicar pro mestrado em arquitetura em janeiro.

O meu trabalho ta beeem ocupado. Semana passada eu passei 2a, 3a e 4a em reuniao o dia inteiro e 5a estava fora no World Usability Day. Ou seja, nenhum trabalho no horario regulamentar ate 5a a noite quando aproveitei pra voltar cedo pra casa, trabalhar de la. Na 6a de manha tambem trabalhei de casa e consegui adiantar algumas coisas. Eu to animada com os projetos, entao nao me importo muito com o trabalho — desde que eu tenha tempo pra trabalhar! As vezes parece que preciso me “esconder” em casa pra conseguir fazer algo. O legal ‘e que na Microsoft tenho essa flexibilidade. Posso vir trabalhar de casa e nao preciso dar satisfacao a ninguem.