jump to navigation

Não sabe brincar, não desce pro play setembro 30, 2008

Posted by Melissa Quintanilha in viver nos EUA.
6 comments

Hoje estava eu em uma reunião de trabalho discutindo interfaces. E fiz o comentário de que não gosto quando tem um drop-down para escolher o país, e alguns sites colocam os Estados Unidos lá em cima (fora da ordem alfabética) e depois todos os outros países. Aí eu vou até a letra U pra descobrir que USA na verdade estava na no início. O pessoal concordou que realmente não é uma boa fazer isso. E minha companheira de sala solta: “Só devia mesmo ter os Estados Unidos. O resto não importa…”

Respirei fundo, contei até 1.000… Nem vale a pena gastar minha saliva respondendo a um comentário desse, não é mesmo?

É triste ver que ainda tem americano que acha que eles são a única coisa interessante no mundo.

Anúncios

Mudando prioridades setembro 26, 2008

Posted by Melissa Quintanilha in Uncategorized.
1 comment so far

É engraçado como não dá para a gente prever a vida. E nem dá para resistir à mudanças. Durante minhas férias pós-mestrado eu ficava pensando quais eram meus planos para a nova vida: aprender a cozinhar, comprar uma bike, continuar estudando eletrônica e desenvolvendo projetos interativos, aprender a fazer mais coisas manuais. Só que agora que comecei a trabalhar, vejo que não dá pra se focar em tanta coisa. Estou tendo a sensação de que na Microsoft vou poder ter uma influência boa, e isso tem me dado vontade de estudar mais sobre design e interface. Não tanto sobre eletrônica e coisas manuais. Eu estava bem focada nisso na época da faculdade. Adoraria continuar a fazer projetos desse tipo em paralelo ao meu trabalho. Mas é um foco muito diverso, é uma área totalmente diferente. E eu ainda posso melhorar tanto em termos de interface. Melhor entrar de cabeça nisso. Tem tanto livro que quero ler, tanta coisa que quero aprender (na Microsoft e fora dela). Atualmente estou lendo o livro Designing Visual Interfaces que meu orientador da Ohio State me recomendou. E pretendo continuar estudando. Eu gosto muito de estudar design (em todas as suas manifestações). E agora meu foco vai ficar mais em interface. Afinal, estou trabalhando com isso.

Continuar estudando eletrônica e desenvolvendo projetos vai ser difícil de conciliar. Mas não quero deixar de atualizar meu blog sobre design & interação, pois ele mantem minha curiosidade acesa.

Eu ainda estou moldando minha nova vida. Pensando como quero usar o meu tempo. Já coloquei a idéia de ir de bike pro trabalho em prática. Essa semana fui e voltei todos os dias (25km por dia). Isso já tá me deixando mais confiante com a bici. Já tem 2 dias seguidos que eu não caio. 😛 Agora eu quero integrar a yoga na minha vida. Tem um lugar aqui perto de casa e quero experimentar depois que voltar de Hong Kong.

E pois é, tem Hong Kong no caminho. Esse fim-de-semana sem falta eu vou deixar minha apresentação pronta pois assim já estarei preparada pra viagem. Hoje peguei na biblioteca o guia da Lonely Planet de Hong Kong e já recebi umas dicas de uma amiga. Eu nem acredito que dia 4 já tô indo viajar.

Ah, e assim que eu voltar de HK já vou para a minha sala permanente na Microsoft! Isso é ótimo pois vai acabar aquela sensação de algo temporário. A equipe toda vai se mudar e todos vão sentar perto. Vou poder dar uma personalizada na minha sala, deixa-la mais confortável. E no meio de outubro chega meu sofá e tapete em casa. Não vejo a hora de decorar minha casa. Ainda tá tudo muito com um aspecto temporário (e é por isso que ninguém ainda viu foto aqui de casa). Acho que tô me sentindo meio overwhelmed (como se diz isso em portugues?) com tanta coisa da vida nova. Tendo que lidar com trabalho novo, cidade nova, gente nova, bicicleta. Então não tá sobrando tempo pra casa. Mas com a chegada do sofá e do tapete, eu coloco meu futon no outro quarto, prego alguns quadros e aos poucos as coisas vão se acertando…

Hoje eu entreguei meu primeiro projeto na MS após alguns ajustes. Então tive um dia tranquilo pois só vou começar a próxima coisa na semana que vem. Consegui completar um curso online chatissimo sobre acessibilidade. E parei na metade de um outro. Aproveito esse tempo pra fazer os treinamentos e ler coisas que não tenho tempo quando estou envolvida num projeto.

E amanhã é sexta! Oba! 😀

Hi, I’m a Mac and I’m a PC setembro 23, 2008

Posted by Melissa Quintanilha in profissao.
2 comments


Sempre fui uma PC. Eventualmente mudei pro lado Mac da força. Agora eu sou ambos. E pq não? Eu acho que a Microsof já melhorou muito e com certeza ainda tem muito o que melhorar. Eu tenho vontade de pregar um cartaz bem grande na porta da minha sala dizendo SIMPLIFY! A Microsoft é famosa por complicar e a Apple é famosa pela simplicidade (que diga-se de passagem, eu amo). Mas agora eu já tô crescidinha e não tenho medo de lutar pelo que acredito. Ainda tem gente que adora complicar, e acha que um design simples, limpo e elegante está “desperdiçando” o espaço da tela. Aproveitando o embalo desse assunto, eu postei uma passagem do livro que estou lendo que fala sobre elegância e simplicidade no meu outro blog.

Hoje apresentei meu design e interação de um projeto pro pesquisador que trabalha comigo, meu chefe e os 2 gerentes de projeto. Todos amaram, não tiveram uma crítica ao design. O pesquisador depois me disse que meu chefe é muuuito crítico com os designs. Todos disseram que estavam impressionados. O gerente ate disse “Eu não sabia que ela era tão boa”. Depois fui apresentar os designs pro resto da equipe e uma pessoa disse para eu considerar fazer os botões mais estilo “microsoft”. Nisso um outro disse “Esse design tá bom demais pra Microsoft. Tem que piorar um pouquinho”, hehe.

Tô muito feliz de estar começando assim com o pé direito. Agora ganhei a confiança do pessoal. Brincaram comigo dizendo que agora tô ferrada pois setei expectativas muito altas pro meu trabalho. Como a minha meta é sempre a evolução, tô adorando o desafio.

Isso tudo me dá mais vontade ainda de estudar, pesquisar, ler muito. Assim terei cada vez mais argumentos, vou melhorar e ganhar cada vez mais confiança. É só o começo. Ainda acho que tenho tanto que aprender. Sinceramente, não me acho tão boa assim. Graças a Deus hoje em dia sei o meu valor, sei que sou boa. Mas sei que ainda tenho muuuito o que melhorar. Se o pessoal já ta satisfeito agora, acho que a tendência é só melhorar conforme eu for aprendendo mais.

O pesquisador que está trabalhando comigo foi um dos caras que me entrevistou. E eu tava na maior curiosidade pra perguntar pra ele sobre minha entrevista. Hoje no almoço acabou surgindo o assunto. E ele disse que meu portfolio tem um dos “most uniques designs he’s ever seen”. Afff maria! Isso é como uma injeção de ânimo me dizendo “Vai, melhore ainda mais”.

Ainda no assunto design, agora eu já tô querendo refazer o meu site. Não acho que tá muito efetiva a parte de visualização dos trabalhos. Tô meio cansada do preto. Tenho que atualizar a parte do about. E o contato que diz que estou em Columbus. Vou setar essa meta pra esse ano. Depois que eu voltar de Hong Kong, digerir tudo de lá e fazer uma apresentação pra minha equipe, eu vou refazer meu site.

Fim de semana em 2 rodas setembro 22, 2008

Posted by Melissa Quintanilha in viver nos EUA.
2 comments

Sábado eu finalmente fui a Seattle pegar minha bicicleta. E pra eu já ir me acostumando com o clima daqui, choveu o dia inteiro. Pedalamos por 2 horas debaixo de chuva mas como eu tenho calça e casaco a prova d’agua, foi tranquilo. Sábado também encomendei o sofá e tapete pra minha sala. Ambos só chegam no meio de Outubro. Não vejo a hora de estar com minha casa toda bonita e arrumada. Pouco a pouco minha vida aqui vai se estabelecendo.

Domingo fui à casa do Rick e Lynn e colocamos uns acessorios na minha bike. Luz dianteira e trazeira, negocio pra segurar garrafa d’agua. Eles tem umas 6 bicicletas e tanto acessório. O Rick já poderia abrir uma Rick’s bike shop ali mesmo na garagem dele. A Lynn me emprestou uma bolsa que encaixa direitinho no rack e ainda tem uns compartimentos laterais. Eu vou usar a dela essa semana como teste e depois comprar uma pra mim. Como eu quero usar a bicicleta como meio de transporte, essa bolsa atrás é muito útil. Posso colocar a roupa do trabalho, coisas pra tomar banho, etc. Até o laptop do trabalho cabe na bolsa lateral. Mas e o medo de cair de bike e arrebentar o computador? Me arrebentar tudo bem, mas o computador… Por via das dúvidas, amanhã ele vai na mochila mesmo…

Amanhã recomeça a semana e eu pretendo mudar minha rotina e passar a ir sempre de bicicleta pro trabalho. Aqui muita gente faz isso e é tão melhor do que ficar sentada num ônibus. Pelo menos você já começa e termina o dia com uma atividade física ao ar livre. O trajeto até o trabalho é de 12.5km e hoje fizemos em 30min. Ou seja, diariamente vou pedalar 25km só no trajeto casa-trabalho-casa. Ainda preciso me acostumar mais com a bike. Nunca tinha usado uma road bike antes e tem suas particularidades. Vai ser uma experiência legal. Vamos ver até quando eu vou conseguir combater o frio. Falando nisso, hoje começa oficialmente o outono.

Boa semana a todos!

Eu sou… setembro 17, 2008

Posted by Melissa Quintanilha in divagacoes.
6 comments

… a brasileira
… que mora nos Estados Unidos
… que trabalha com francês, russo, dinamarquês, israelense, peruano, indiano, americano…
… que namora um Italiano
… que fala 5 idiomas
… que vai apresentar o projeto num congresso na China

Esse mundo tá ficando pequeno demais.
Que maravilha!!!  \o/

Hoje é o tão esperado dia… setembro 16, 2008

Posted by Melissa Quintanilha in profissao.
add a comment

… onde eu deixo de ser pobre!

Yeaaaaaaah baby! 😀

Olha ela aí! setembro 14, 2008

Posted by Melissa Quintanilha in comida, diversao & arte.
5 comments


Essa aí vai ser o meu carro por um boooom tempo. Sábado eu busco a bichinha pronta e… pernas pra que te quero! hehehe

Brazuca connection – part II setembro 14, 2008

Posted by Melissa Quintanilha in Uncategorized.
1 comment so far

Hoje fui jantar num restaurante brasileiro em Seattle. Meu Deusss, mas que comida BOA! Realmente autêntica, igualzinha à que eu conseguiria no Brasil. Comemos aipim frito, feijoada com couve e farofa e moqueca de camarão. De sobremesa comi um pudim que era exatamente igual ao pudim brasileiro. Como era muita comida ainda trouxe pra casa feijoada e moqueca que vai dar pra mais umas 2 refeições! 5a e sábado ainda tem musica ao vivo de 7 as 9. Pronto, já ganharam uma cliente. Na mesma rua em Seattle tem também um café brasileiro onde vendem alguns produtos, alem de salgadinhos, brigadeiro. Tem revistas brasileiras e televisão passando futebol (e não footbal).

Tempero do Brasil
5628 University Way NE
Seattle, WA. 98105
(206) 523-6229

Cafe Tribal
5267 University Way NE
Seattle, WA 98105
(206) 729-3886

E pesquisando na internet ainda descobri que Kirkland (onde moro) tem uma loja e um café brasileiros.

A Loja Brasileria
12557 116th Ave NE
Kirkland, WA 98034
(425) 820-5423

Kitanda Brazilian Espresso
12700 124th Street NE
Kirkland, WA 98033
(425) 820-4381

Ah, e eu falei por aqui que no prédio 99 do campus da Microsoft tem comida brasileira toda 6a feira pra almoço? Só vendo pra crer. Sexta-feira estarei lá. Yeahhh baby! 😀

Brazuca connection setembro 12, 2008

Posted by Melissa Quintanilha in viver nos EUA.
3 comments

Pronto. Conheci o primeiro brasileiro em Redmond. Pela minha experiência, a partir daí é um processo em cascata. Foi assim em Columbus e imagino que será assim aqui. Ele já disse que conhece um pessoal e que vai me chamar quando forem sair. Não tem jeito: é sempre MUITO mais fácil fazer amizade com brasileiro. Você senta pra almoçar e o papo já flui naturalmente. Com Americano, vai saber… Em Columbus meus amigos americanos eram aqueles que gostavam do Brasil, ou falavam português, ou já moraram no Brasil. Ou todas as opções anteriores. Aqui na região de Seattle o pessoal parece ser mais normal então espero que faça uns bons amigos.

E hoje eu comecei efetivamente a trabalhar. Depois de passar 1 semana estudando, lendo um monte de documentação e olhando projetos antigos, hoje me reuni com o gerente de projeto e já voltei pra minha mesa com coisa pra fazer e prazo estabelecido. Esse primeiro projeto não me parece muito desafiador, mas vai ser um bom aquecimento. Não vejo a hora de botar minha mão nessas interfaces… Hoje acabei ficando no trabalho até 8 da noite. Não tem jeito, eu adoro trabalhar a noite. Rendo muito mais pois fico lá bem confortável na minha sala, sozinha, ouvindo um som. Semana que vem eu vou começar a malhar, então vou ver se passo a chegar no trampo às 10 e fico até as 7, 8, vai saber… Eu sempre gostei de malhar de manhã, já riscar esse item da lista e chegar no trabalho sem nenhum outro compromisso. Você já chega no escritório bem acordada e disposta pro dia inteiro. Ainda tô vendo a logistica de ir pra academia, trabalho e casa. Acho que vai ser tranquilo pois o ônibus passa relativamente perto, e depois tem van da academia pro trabalho. E do trabalho eu volto de buzu. Não vejo a hora de voltar a malhar. Já tem mais de 1 mês que não faço um exercício. Ah, e esse finde já vou começar a pesquisar bicicletas. Em breve vou comprar uma pra mim. Uhu!

Green setembro 11, 2008

Posted by Melissa Quintanilha in viver nos EUA.
add a comment

Hoje fiquei sabendo de um site de Redmond chamado R-TRIP que dá incentivos pra quem vai ao trabalho a pé, de ônibus, carona ou bicicleta. R-TRIP é a sigla para: Redmond Trip Reduction Incentive Program. O propósito desse programa é incentivar pessoas a usarem métodos de transporte que tenham um impacto menor no meio ambiente. Aqui nos Estados Unidos muita gente vai de carro sozinho pro trabalho. Com o aumento do preço da gasolina, alguns gatos pingados começaram a se conscientizar pois começou a doer no bolso deles. Aqui na costa oeste eu tô achando o pessoal bem mais consciente. Vejo tanta gente de bicicleta, muita gente no ônibus. E agora ainda descobri esse site que te dá até incentivos.

Funciona assim: a cada dia que você vai pro trabalho a pé, de ônibus, bicicleta ou carona você ganha um ponto. Após completar 50 pontos, você ganha um vale de US$50 da Amazon! Não é uma maravilha? Eu vou pro trabalho de ônibus de graça (pois a Microsoft me dá um passe) e depois de 50 viagens ainda ganho um vale da Amazon. Hoje numa lista de e-mail de ciclistas da Microsoft algumas pessoas estavam dizendo que já receberam seu incentivo. Então eu já me inscrevi e a partir de amanhã vou começar a computar. Eu tenho ido pro trabalho todo dia de ônibus e pretendo no futuro intercalar com bicicleta.

Ah, tem só um detalhe: esse incentivo é só pra quem vive ou trabalha em Redmond. Não seria maravilhoso se fosse assim no país todo?