jump to navigation

De volta a programacao normal fevereiro 29, 2008

Posted by Melissa Quintanilha in profissao.
4 comments

Entrevista e’ assim, sempre me tira da programacao normal. E eu nao estou com tempo pra isso. Tanto que nao estava procurando emprego ainda. Claro que nunca e’ um tempo perdido. O bom foi que reorganizei e atualizei meu curriculo e fiz uma apresentacao do meu portfolio mostrando tb os processos de criacao e vou levar isso comigo pra Europa.

A entrevista foi um pouquinho decepcionante pra mim. Eles nao fazem exatamente o trabalho que eu pensava. Se for trabalhar la seria para trabalhar com interfaces de sistemas complexos na area medica, por exemplo. Ai… acho isso uma chatice, pra falar a verdade. Deixei as portas abertas mas sai de la pensando que preciso fazer o que eu amo. Eles falaram na possibilidade de me contratar como free lancer pra um projeto e depois, talvez, me contratar de vez. Mas vamos ver… Quero ir pra Europa, conhecer gente la, e ver aonde eu poderia trabalhar em projetos na area da minha tese. Ai esta a minha paixao!

A mulher que me entrevistou disse que se eu nao tivesse que pagar contas, estaria trabalhando na area da minha tese. A outra menina disse que se nao tivesse que pagar contas estaria dancando. E eu me pergunto: Nao posso fazer o que amo e amo mesmo tempo pagar minhas contas? Sei la… nao me vejo mais fazendo design de interface de sistemas. Eu sei fazer, serviria como algo temporario, mas minha paixao nao esta ai’.

Depois da entrevista fui apresentada a um cara la da empresa que gosta dessa area que estou pesquisando na tese: interfaces fisicas, interacao, emotional design. Ficamos de papo e o papo foi tao legal. Eu como sempre toda animada falando dessa area. E’ o que eu quero fazer, nao tem jeito! Se ficar em Columbus so pra juntar dinheiro por 1 ano, ate q eu faco um trabalho “tradicional” de design. Mas nao pro resto da vida.

Bom, a busca continua.
Agora volto a me focar na preparacao para os congressos, os testes do prototipo e todas as outras coisas que faco na universidade.

Hoje comprei minha passagem pra Europa!!!
A ida vai ser cansativa. Vou fazer Columbus – Boston – Paris – Copenhagen – Sonderborg. Ai no dia seguinte comeca o congresso. Adicione a isso tudo um fuso-horario de 6 horas.
Fico 2 dias em Sonderborg e 6a feira vou passar o fim de semana em Copenhagem. So depois vou pra Italia. Agora preciso reservar os albergues na Dinamarca e comprar os voos internos.

Anúncios

Dia de entrevista fevereiro 28, 2008

Posted by Melissa Quintanilha in profissao.
2 comments

Hoje ‘e o dia da minha entrevista.
Ontem fiquei ate tarde organizando uma apresentacao do meu portfolio. Eu nao ia levar nada pois sei que ja analizaram meu site mas eles me pediram pra levar meu portfolio, materiais que mostrem meu processo de criacao e perguntaram se eu precisaria de um projetor. Ah, projetor? Si, como no? Isso acabou me dando a ideia de fazer uma apresentacao onde mostro os principais projetos e o processo de criacao. Nao e’ que foi uma otima ideia? Ta dando trabalho, mas essa apresentacaozinha vai ficar no meu computador, e meu computador vai comigo pra Europa, onde eu espero fazer mais uns contatos. De qq forma, ‘e um bom material pra minha busca por emprego que comeca oficialmente hoje.

Fica sempre aquela duvida: Ficar em Columbus, ir pra Europa, Australia? A verdade e’ que estou aberta para ver as oportunidades que vao surgir e depois escolher o que quero fazer como proximo passo. Eu gostaria de trabalhar pra essa empresa que vou hoje mas tambem sei que nao quero ficar em Columbus pra sempre. Seria uma otima experiencia.

Bom, vamos ver. Nao tem nada definido e ta tudo comecando agora.
Que as vibracoes positivas fluam ao meu favor e que o espirito supremo me ilumine e mostre o melhor caminho.  😉

Non-stop sem parar fevereiro 27, 2008

Posted by Melissa Quintanilha in mestrado, profissao.
4 comments

Esse título foi proposital pois a vida está bombando tanto que é preciso enfatizar duplamente. Eu sei que vai dar tudo certo, mas vou chegar no final desse mestrado um caquinho e gostaria de ter 2 meses de férias pra descansar. Enquanto a luz no fim do túnel não chega, eu pego o máximo de impulso possível e continuo no sprint final.

Falta menos de 1 mês pra minha viagem pra Europa. Estou finalizando as especificações pro teste do meu projeto de mestrado, estou escrevendo um mega texto pra pedir mais uma grana pra viagem (não custa nada, ne? só tempo…), preciso enviar a versão editada do artigo da Dinamarca até segunda. E quando voltar da Europa tenho 2 semanas pra finalizar tudo e defender a tese. Ai mamãe!

Em meio a tudo isso tenho entrevista na Lextant na 5a. E tô precisando preparar um monte de coisa pq eles querem ver documentação dos meus processos e de pesquisa. Então comecei hoje a catar daqui e dali. Posso dizer que 5a feira começa minha busca oficial por empregos. Eu ia começar a procurar só depois da Europa, mas como “me quiseram”, então vamos lá.

Passando o turbilhão da entrevista preciso começar a preparar a palestra da Dinamarca e o poster da Itália.

Ah, e amanhã tenho teste de Italiano. Já é 1 da manhã e agora q eu vou dar uma estudada.

Update: Tirei 10 no Italiano. hehe. E’ que ja pratico diariamente. Allora, andiamo che andiamo! (vamo q vamo :P)

Pensou, levou. fevereiro 23, 2008

Posted by Melissa Quintanilha in profissao.
6 comments

Eu cada vez acredito mais no poder do pensamento mas dessa vez fiquei de boca aberta com a rapidez! Na 5a feira tive uma reunião com meu orientador pra falar sobre os testes que vou fazer no meu protótipo. Eu ainda não estou com tempo pra procurar empregos, mas no final da reunião eu disse: “Se for ficar em Columbus, gostaria de trabalhar na Lextant”. A Lextant é uma empresa aqui de Columbus que faz bem o que eu gosto: pesquisa em design, user experience e várias outras coisinhas. O meu orientador até comentou que eles estavam ficando cada vez mais internacionais (o que é bom).

No dia seguinte, chego no trabalho e tem um e-mail com o assunto: “HI! It’s Kendra. I want you to come work for Lextant. Write me back.”

Perguntei pro meu orientador se ele tinha falado com eles ou se era apenas uma coincidência. Ele realmente não tinha falado nada. Fiquei de boca aberta!

No e-mail dizia que a vice-presidente de user experience tinha visto meu site (através de um link no LinkdIn, um site de relacionamentos profissionais), ficou muito interessada no meu trabalho e quer me entrevistar semana que vem.

Então… vamo q vamo, né?
Vida bombando demais! Cacildis!!!

Quem morre? (Pablo Neruda) fevereiro 23, 2008

Posted by Melissa Quintanilha in textos.
3 comments

Morre lentamente quem se transforma em escravo do hábito, repetindo todos os dias os mesmos trajetos, quem não muda de marca. Não se arrisca a vestir uma nova cor ou não conversa com quem não conhece.

Morre lentamente quem faz da televisão o seu guru.

Morre lentamente quem evita uma paixão, quem prefere o negro sobre o branco e os pontos sobre os “is” em detrimento de um redemoinho de emoções, justamente as que resgatam o brilho dos olhos, sorrisos dos bocejos, corações aos tropeços e sentimentos.

Morre lentamente quem não vira a mesa quando está infeliz com o seu trabalho, quem não arrisca o certo pelo incerto para ir atrás de um sonho, quem não se permite pelo menos uma vez na vida, fugir dos conselhos sensatos.

Morre lentamente quem não viaja, quem não lê, quem não ouve música, quem não encontra graça em si mesmo.

Morre lentamente quem destrói o seu amor-próprio, quem não se deixa ajudar.

Morre lentamente, quem passa os dias queixando-se da sua má sorte ou da chuva incessante.

Morre lentamente, quem abandona um projeto antes de iniciá-lo, não pergunta sobre um assunto que desconhece ou não responde quando lhe indagam sobre algo que sabe.

Evitemos a morte em doses suaves, recordando sempre que estar vivo exige um esforço muito maior que o simples fato de respirar. Somente a perseverança fará com que conquistemos um estágio esplêndido de felicidade.

Os desejos que viram realidade fevereiro 22, 2008

Posted by Melissa Quintanilha in mestrado.
6 comments

Vou começar esse post com um trecho do livro The Power of Intention.

Our individual thoughts create a prototype in the universal mind of intention. You and your power of intention are not separate. So, when you form a thought within you that’s commensurate with Spirit, you form a spiritual prototype that connects you to intention and sets into motion the manifestation of your desires. Whatever you wish to accomplish is an existing fact, already present in Spirit. Eliminate from your mind thoughts of conditions, limitations, or the possibility of it not manifesting. If left undisturbed in your mind and in the mind of intention simultaneously, it will germinate into reality in the physical world.

Bom, essa foi uma longa introdução pra dizer algo breve: mais um artigo meu foi aceito! E dessa vez em Sønderborg, Dinamarca! É uma conferência de estudates de interaction design. Meu artigo vai ser publicado e vou dar uma palestra. Ai mamãe…

E então… eu vou pra Dinamarca e depois pra Itália (com uma semana de folga no meio tempo). E vou ficar praticamente 3 semanas fora!!! Isso tudo daqui a um mês! Nossa, como as coisas às vezes vêm em enchurradas na vida, né? O trabalho bombando, curso de Italiano, tendo que lidar com frio e neve, projeto de edição de vídeo com professor, desenvolvimento de protótipo da tese, arrumando os testes do protótipo… e agora ainda duas conferências na Europa. E depois que eu voltar terei praticamente 2 semanas para finalizar tudo e defender minha tese de mestrado!

É como eu digo: vamo q vamo!
É o sprint final!

Filmes franceses fevereiro 16, 2008

Posted by Melissa Quintanilha in filmes.
7 comments

Recentemente assisti 2 filmes franceses que amei: O albergue espanhol e Bonecas Russas. Ambos são muito divertidos e criativos. Adorei a direção. Bom ver algo diferente de vez em quando. Tenho visto muitos filmes europeus ultimamente e me agradam por serem criativos e diferentes. Vejam os traillers:

L’auberge espagnole

Les poupées Russes

Nossa, como o francês é uma língua linda, né não? Fico na dúvida se acho o francês ou italiano mais bonito. A verdade é que são muito diferentes, não dá pra comparar. Na dúvida, fico com os dois!

Ver esses filmes me lembrou muito da minha viagem a Europa. Como foi legal! Tanta cultura junta num espaço pequeno. Seria interessante morar lá por um tempo…

Falando em filmes francês, não poderia deixar de mencionar Amelie que já vi várias vezes e amo. O clip abaixo tem a música do filme em piano que ficou linda e mostra bastante o sósia do Davide. 😉

mel 2.9 turbo fevereiro 11, 2008

Posted by Melissa Quintanilha in comida, diversao & arte.
3 comments

Foi dada a largada para mais um novo ciclo.

Eu adoro iniciar ciclos e este é especial pois será um ano de muitas mudanças pra mim. Apresentação da minha pesquisa na Itália, fim do mestrado e do meu atual emprego na universidade. Depois disso: algum emprego novo, em alguma cidade em algum país do mundo. Meu novo ciclo está bem no gênero “preencha as lacunas” e o mais legal é que eu não mais estou ansiosa com isso. Como estou muito ocupada com a tese estou conseguindo me focar somente no presente e deixar pra pensar no futuro depois. O fato de não ter nada definido na minha vida a partir de Julho — nem sequer o país onde vou morar — não me amedronta.

A comemoração do aniversário foi muito legal. Comecei ontem indo jantar no Macaroni Grill e depois indo a um show de blues. Hoje pela manhã falei com vários queridos pelo skype e MSN e depois fui ao supermercado comprar os ingredientes da feijoada. Veio um monte de gente aqui em casa, passamos o dia cozinhando. Foi realmente um trabalho em equipe. Tinha de tudo: Arroz, farofa, feijoada, laranja, couve, pão de queijo, caipirinha e mousse de maracujá. Tudo uma delícia não deixando nada a desejar.

Amanhã começa o novo ciclo.
E esse precisa ser turbo.
Take a deep breath…

Tudo se conecta fevereiro 6, 2008

Posted by Melissa Quintanilha in comida, diversao & arte, profissao.
7 comments

Hoje, lendo o perfil de um DJ que eu gosto, vi a seguinte descrição:

Anthony Rother’s electro sound is characterized by repetitive machine-like beats, robotic, vocoder-driven vocals, melancholy, futuristic mood and lyrics that often deal with the consequences of technological progress, the relationship between humans and machines, and the role of computers in society.

Agora vejam só: Eu gosto de robótica, aplicações futurísticas, estudo interação homem-computador e sou fascinada pela influência que novas tecnologias têm nas emoções, relacionamentos e sociedade.

É tudo um só!
E vamo q vamo! Uhuuuuu

Eu tenho anjos em minha vida fevereiro 6, 2008

Posted by Melissa Quintanilha in divagacoes.
2 comments

Eu sempre penso que sou uma pessoa de tanta sorte quando olho para as oportunidades que tenho e principalmente para as pessoas que de certa forma atraí pra minha vida. Eu acho que se você faz o bem, atrai pessoas do bem. E isso é maravilhoso! A lei da reciprocidade.

Hoje minha amiga Allison me ligou enquanto eu estava ainda no trabalho me dizendo que tinha feito falafel no fim de semana e perguntou se eu não queria jantar com ela. A fofa veio aqui em casa, trouxe tudinho, fritamos os falafels, preparamos o sanduiche, comemos e botamos o papo em dia.

E os tantos outros amigos que torcem por mim, mesmo que silenciosamente. As pessoas que passam aqui e que se identificam de alguma forma com a minha história (como o Gabriel). Os professores gênios que acreditam no meu potencial. É daí que vem essa energia toda. Ação e reação. Plantar e colher. Dar e receber. E por aí vai…

Tenho uma gratidão enorme por toda essa “áurea” que tenho ao meu redor. Digo áurea — e não pessoas ou coisas — porque no final das contas o que importa são as energias trocadas. A energia que você emana e a que sente de volta.

Por que não ajudar uns aos outros? Assim ajudamos a si próprios.
Afinal de contas, somos todos um só.

Pra finalizar, uma mensagem que recebi do meu orientador que tem a ver com esse conceito de reciprocidade.